Carlos Alberto de Nóbrega revelou depressão na quarentena: 'comecei a chorar'

Carlos Alberto de Nóbrega revelou depressão na quarentena: 'comecei a chorar'

O apresentador Carlos Alberto de Nóbrega foi liberado pelo SBT para a Rede Globo, onde participou do programa de entrevistas “Conversa com Bial”, na madrugada deste sábado (25). Com uma aparência totalmente diferente do público que está acostumado a ver “A Praça é Nossa”, o apresentador usou moletom e estava com barbas e cabelos totalmente brancos. Em uma conversa, ele revelou que o isolamento social ou o deixou em um estágio de depressão.

A depressão durante uma quarentena

Na entrevista, Carlos Alberto de Nóbrega revelou que o início do isolamento foi para o seu local e pensou que retornaria uma gravação em breve, pois parecia ter sido quarentena durante alguns dias.

Ele ainda adiciona, depois de voltar para São Paulo, ou o proprietário do SBT Silvio Santos afirmou que, tanto o quanto o apresentador Raul Gil, também voltam aos estúdios para gravar seus programas quando já existe um medicamento contra a doença.

Diante desta situação, o apresentador de “A Praça é Nossa” começou a ficar deprimido, contrapartida a sua personalidade que é uma cara alegre, positiva e que acha que para tudo se tem uma solução.

Piora depressiva de Carlos Alberto de Nóbrega

Com 84 anos de idade, Carlos Alberto de Nóbrega disse que o seu quadro depressivo agravou quando ele precisou ir para a sede do SBT para selecionar alguns vídeos do “A Praça é Nossa” que reprisou enquanto durava o isolamento social e também estava impossibilitado de ler de novos episódios do programa.

“Quando eu cheguei lá Televisão e vi algo vazio, cara, eu comecei a chorar”, disse . Ele revela que foi atingido por muitos intensos e que, a partir de dali, começou a ficar mal mesmo, pois era do SBT ou retrato de sua vida.

Na parte a seguir da entrevista, o apresentador ainda revelou o que implorou para Silvio Santos, o que deixou a gravação e o patrão chegou até a aceitar, o que seria para os estúdios.

Porém, logo após o chefão da emissora havia autorizado suas gravações, também apresentadora Eliana contraiu a doença e desistiu de retomar como gravações: “Esquece”.

A respeito do futuro, ou o apresentador disse que tudo é uma incógnita, pois não há previsão de quando tudo vai parar.

O futuro do programa de Carlos Alberto de Nóbrega

O programa “A Praça é Nossa” existe desde o ano de 1956 apresentado pelo pai do apresentador, Manuel da Nóbrega. Nesta época, o programa passava na TV Paulista (que deu origem à Globo), mas só no ano de 1987, o filho de Manuel da Nóbrega assumiu o programa.

Ao ser questionado sobre como ele enxerga o futuro do programa, o atual apresentador de “A Praça é Nossa” afirmou que não consegue ver seu filho ou substitui-lo e que o programa deve terminar. “A Praça acaba comigo”, pontuou.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

continue lendo …